Notícias

“Queria ser exemplo para meu filho”

A história de Carlos, egresso do curso de Formação em Psicologia da FAMA que estudou o transtorno que o acomete

 

Concluir um curso superior é uma realização pessoal e profissional. Para o recém-formado em Psicologia na Faculdade da Amazônia-FAMA, Carlos Alberto dos Santos, esse misto se juntou, também, a superação.

Nascido no Rio de Janeiro, Carlos chegou a Vilhena (RO) no ano de 2002. Na ocasião, o carioca veio trabalhar com o pai, um médico neurologista e psiquiatra.  

Portador do Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade-TDAH, Santos enfrentou diversos problemas relacionados a impulsividade e agressividade.

No ano de 2013, Santos resolveu mudar o rumo das coisas em sua vida. Com a motivação de ser exemplo para o filho, ingressou no curso de Formação em Psicologia na FAMA. “Queria mostrar para minha família que eu era capaz de mudar de vida. A FAMA me aceitou como aluno. Senti que poderia me conhecer e ajudar pessoas com o mesmo problema. Queria ser exemplo para meu filho, que faz hoje o mesmo curso”, explicou.

Dia 21 de novembro de 2017, Carlos apresentou seu Trabalho de Conclusão de Curso-TCC com o título: “Diagnóstico e suas intervenções através da atuação do Psicólogo”, orientado pela professora esp. Mayra Martins Barcelos. Aprovado com louvor, Santos recebeu emocionado a nota 100.

Para a Diretora Geral da FAMA, professora Me. Patrícia Clara Cipriano, Carlos se tornou um exemplo com a dedicação empregada durante o curso. “[Carlos] Utilizou-se da própria vida, vivências como TDAH e então, com a Psicologia, com o estudo aprofundado do tema escolhido, pode compreender-se melhor e hoje poder aplicar técnicas que proporcionem uma qualidade de vida melhor àqueles diagnosticado com o transtorno”, frisou.

 Na última sexta-feira, 15, diante de amigos, familiares e docentes, Carlos Alberto Santos juntou-se aos demais discentes dos cursos de Psicologia e Serviço Social na solenidade de colação de grau, onde foi conferido o grau de Psicólogo.

O que é TDAH?

 De acordo com a Associação Brasileira do Déficit de Atenção-ABDA, o TDAH é um transtorno neurobiológico, de causas genéticas, que aparece na infância e frequentemente acompanha o indivíduo por toda a sua vida. Ele se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade. Ele é chamado às vezes de DDA (Distúrbio do Déficit de Atenção). Em inglês, também é chamado de ADD, ADHD ou de AD/HD.

O diagnóstico de TDAH é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) há pelo menos 20 anos.

O TDAH deve ser tratado de modo múltiplo, combinando medicamentos, psicoterapia e fonoaudiologia (quando houver também transtornos de fala e ou de escrita); orientação aos pais e professores e ensino de técnicas específicas para o paciente compõem o tratamento.

 

Fontes: http://www.universotdah.com.br/especialista-fantasma.html

http://tdah.org.br/sobre-tdah/o-que-e-tdah/

http://bvsms.saude.gov.br/dicas-em-saude/89-transtorno-do-deficit-de-atencao-com-hiperatividade-tdah

 Assessoria de Comunicação e Marketing

Faculdade da Amazônia-FAMA

Professora Esp. Maria Rosa de Oliveira (esq.); Diretora Geral da FAMA, professora Me. Patrícia Clara Cipriano; o formando Carlos Alberto; Mantenedora da FAMA, Dr.ª Rosangela Cipriano; e Carlos Alberto Júnior

Carlos Alberto assinando documentação após apresentação de TCC

Professora e orientadora Esp. Mayra Martins Barcelos (esq.); Diretora Geral da FAMA, professora Me. Patrícia Clara Cipriano; o formando Carlos Alberto; e a Diretora Científica, Professora Mestre Marcela Irian Angélica Machado Marinho

Carlos com os demais formandos na solenidade de colação de grau

Share this post